COMPARTILHAR

Pezão tem sido destaque no gol do Petrolina — Foto: Emerson Rocha

O goleiro Edvando Pezão é um dos destaques da Fera Sertaneja. (Foto: Emerson Rocha/Petrolina SFC).

 

Com apenas duas vitórias, durante todo o campeonato, e contando com a decisão do STJD de punir o Flamengo de Arcoverde, o Petrolina chega na segunda fase do Pernambucano. A pretensão é óbvia: vencer o Sport e alcançar uma semifinal de Estadual.

No entanto, em toda a fase de classificação, a Fera Sertaneja venceu apenas uma partida como visitante. Diante do Sport, os sertanejos tentarão repetir a atuação da 6ª rodada, onde venceram o Central, no Lacerdão. Inclusive, a classificação do Petrolina deu-se pelo bons resultados alcançados nas quatro últimas rodadas.

As vitórias em sequência, diante de Central de Flamengo de Arcoverde, além do empate contra o Vitória das Tabocas, deram um plus na pontuação geral do time petrolinense. Contudo,  na rodada anterior, a Fera foi derrotada pelo Salgueiro por 2×1, vendo sua sequência de três jogos invictos ser derrubada.

Para o jogo, o técnico Neco não deve promover alterações na equipe em relação ao jogo passado. Com isso, o Petrolina pode ter: Edvando Pezão; Fieta, Jefferson Petrolina, Lucão e Genílson; Jefferson Bezerra, Marcelo, Magno e Jonatas Rei; Jean Carlos e Raniel.

Sport e Petrolina duelam às 16h, pelas quartas de final do Campeonato Pernambucano. O jogo é único e, caso persista o resultado de igualdade, a decisão será nas penalidades. Péricles Bassols será o árbitro da partida, com o auxílio de Francisco Chaves e Ricardo Nunes. O vencedor deste confronto enfrentará o Salgueiro, na semifinal da competição.

Pratique Sport com a gente!