COMPARTILHAR

Guilherme é uma das armas do Leão neste domingo. (Foto: Anderson Stevens/Sport)

 

 

Desde o primeiro confronto entre as equipes, Leão nunca venceu o Tigre como visitante; catarinenses tem mais vitórias no confronto geral

 

Neste domingo (11) o Sport vai até o Heriberto Hulse para enfrentar o Criciúma pela 15ª rodada da Série B. As equipes se encontrarão em momentos bem distintos: o rubro-negro em oitavo, mas na cola do G4, tendo a mesma pontuação do 4º colocado, e os carvoeiros na vice-lanterna, donos da pior campanha após a pausa para a Copa América e amargando um jejum de cinco jogos sem vencer.

2014

Será o reencontro dos dois clubes depois de cinco anos. O Brasileirão de 2014 foi a última ocasião em que Sport e Criciúma estiveram frente a frente, edição que contou com o rebaixamento do Tigre e com uma segura campanha pernambucana, finalizando na 11ª posição. Com uma vitória por 2×0 no primeiro turno, na Ilha do Retiro, e um empate em 2×2, em Santa Catarina, os leoninos levaram a melhor no confronto direto daquela temporada, porém historicamente os sulistas levam pequena vantagem.

6×4

São seis vitórias, contra quatro dos recifenses e três empates. No entanto, o que mais chama atenção é o tabu que o Rubro-negro tem a missão de quebrar neste domingo, de jamais ter batido o Criciúma fora de casa. Foram seis partidas disputadas no Heriberto Hulse, onde cinco foram vencidas pelos mandantes e só a mais recente, realizada já após a consumação do rebaixamento carvoeiro, terminada empatada.

Dentre as vitórias catarinenses, estão duas sonoras goleadas. No Brasileiro de 1994, ano em que o Leão contava com um forte time, sagrando-se campeão estadual e da Copa do Nordeste, o Criciúma, mesmo caindo de divisão, chegou a bater o Sport por 5×0. Em 2002, pela Série B, os tricolores voltaram a vencer fazendo 5 gols, porém sofrendo um de honra: 5×1. Na ocasião, o Tigre acabou sendo o campeão do torneio.

Para mudar o incômodo cenário que perdura por décadas, a equipe comandada por Guto Ferreira entra em melhor momento, apesar dos dois tropeços em casa. Em caso de vitória, o Sport subirá pelo menos três posições, devido às derrotas de Atlético GO e Londrina no início da rodada e da distância para o CRB – que já jogou – ser de apenas uma vitória, e pode até acabar a rodada na zona de classificação em caso de tropeços de Coritiba, Paraná ou Botafogo-SP.

Pratique Sport com a gente!