Em coletiva, após eliminação na Copa do Brasil, Guto Ferreira afirma: “Essa questão de justiça no futebol é relativa”