COMPARTILHAR

Fora de casa, o Sport venceu por 4×3 o time reserva do Grêmio.

Grêmio

Jair marcou duas vezes na vitória do Sport. (Foto: Lucas Uebel – Grêmio FBPA)

O Grêmio optou por ir a campo com um time alternativo, uma vez que está envolvido com as semifinais da Libertadores. Já o Sport vinha de vitória em casa, mas continuava sob pressão na zona de rebaixamento. Esse era o cenário da partida que contou com sete gols e muita emoção do início ao fim.

PRIMEIRO TEMPO

O Sport iniciou a partida com marcação forte. Já nos primeiros minutos, Michel Bastos e Jair chgaram a arriscar chutes de longe, mas não acertaram a meta gremista. Aos 7 minutos, veio o resultado da boa atuação inicial. Winck fez bela jogada pela direita e sofreu falta de Kannemann. Michel Bastos levantou na área para a cabeçada certeira de Jair. Merecidamente, o Sport abriu o marcador.

Atrás no marcador, o time da casa veio pra cima do Leão. Aos 11 minutos, o lançamento de Juninho Capixaba na área alcançou Thaciano, mas o jovem goleiro Mailson fez boa intervenção e evitou o empate tricolor. Aos 20 minutos, Kaio lançou o centroavante Thonny Anderson que dominou e chutou, mas foi interceptado por Adryelson. A bola saiu pela linha de fundo em escanteio para o Grêmio. Na cobrança, Douglas colocou na cabeça de Bressan, mas o desvio passou raspando a trave do Sport. O Grêmio continuou no ataque e, aos 26, Bressan tabelou com Thaciano e chutou. Mailson desviou com as pontas dos dedos.

O Sport respondeu à ofensiva gremista com um golaço de Mateus Gonçalves. Ele roubou a bola na defesa, conduziu pelo meio-campo, tabelou com Hernane e apareceu na entrada da área, de frente pro goleiro Paulo Victor. Com tranquilidade, o atacante escorou pro fundo da rede e ampliou a vantagem do Sport no placar para 2×0.

O Grêmio não se assustou com o segundo gol do Sport e continuou atacando. Aos 37, conseguiu diminuir a vantagem do Sport. Após cruzamento na área, Mailson tirou de soco. A bola sobrou pra Matheus Henrique que tentou chutar de primeira, mas furou. A bola chegou a resvalar em seu braço e ainda ficou com o meia tricolor, que finalizou novamente de pé esquerdo e marcou o gol. Os jogadores do Sport reclamaram muito da arbitragem, mas o gol foi validado.

O gol empolgou os atacantes gaúchos e deixou a defesa pernambucana um pouco desestabilizada. Aos 43, Kaio recebeu cruzamento na área sem marcação, mas cabeceou pra fora. Apesar do aperreio, o Sport conseguiu segurar a vantagem até o intervalo.

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa começou com equilíbrio. O Sport tentou manter a bola no campo de ataque, mas esbarrava na boa marcação do Grêmio. Aos poucos, o time da casa retomou o controle da partida e aos 6 minutos o lateral Madson infiltrou na área e foi derrubado por Mateus Gonçalves. Juninho Capixaba cobrou o pênalti e empatou o jogo.

Menos de um minuto depois, o Sport respondeu e marcou o seu terceiro gol. Sander recebeu na lateral-esquerda e cruzou pra área. Gabriel veio de trás e surpreendeu os zagueiros gremistas. De cabeça, ele recolocou o Leão à frente do marcador.

A vantagem do Leão também durou pouco. Aos 13 minutos, Madson recebeu novamente na área e tocou para Thonny Anderson deixar tudo igual novamente. Milton Mendes percebeu que o lado esquerdo perdeu poder de cobertura e colocou Rogério no lugar de Mateus Gonçalves.

O jogo continuou muito emocionante e, aos 18 minutos, o Sport voltou a ficar na frente do placar. Michel Bastos cobrou falta quase do meio-campo. Jair recebeu na área, dominou e fez seu segundo gol na tarde.

O Sport reforçou seu sistema defensivo com a entrada de Fellipe Bastos no lugar de Hernane. A partir daí, a partida se resumiu a um ataque contra defesa. O Grêmio pressionou muito e o Sport perdeu o poder de contra-atacar. Renato Gaúcho até reforçou seu ataque com Marinho, mas o bom posicionamento defensivo do Sport fez com que o time da casa não conseguisse criar chances reais de gol.

Somente no finalzinho do jogo, o Grêmio chegou perto do empate. Aos 47, depois de uma rebatida na área, Pepê conseguiu finalizar com perigo. A bola passou a centímetros da baliza defendida por Mailson e se perdeu pela linha de fundo. Pepê chegou perto de novo de empatar aos 49, mas Maílson fez grande defesa e evitou. No último lance do jogo, Marinho cobrou escanteio e Thonny Anderson cabeceou pra fora.

FIM DE PARTIDA

Apesar dos três gols sofridos, o sistema defensivo do Sport esteve muito bem. Milton Mendes teve muito mérito em armar um ferrolho, com duas linhas de 4 jogadores defendendo. Até mesmo os jogadores de frente apoiavam a defesa quando estavam sem a bola. Além disso, o treinador rubro-negro conseguiu fazer com que seus comandados armassem bons contra-ataques.

Tudo isso se refletiu no marcador elástico. Foi uma bela vitória que deixa o Sport mais próximo de sair da desconfortável zona da degola.

Veja mais no nosso canal no YouTube.

FICHA DO JOGO

GRÊMIO: Paulo Victor; Madson, Bressan, Kannemann e Marcelo Oliveira (Marinho); Matheus Henrique, Thaciano (Jean Pyerre), Kaio (Pepê), Douglas e Juninho Capixaba; Thonny Anderson.

SPORT: Mailson; Cláudio Winck, Adryelson, Ernando e Sander; Marcão, Jair (Nonoca) e Michel Bastos; Gabriel, Mateus Gonçalves (Rogério) e Hernane (Fellipe Bastos).

GOLS: Jair (Sport – 7’ 1T), Mateus Gonçalves (Sport – 29’ 1T), Matheus Henrique (Grêmio – 37’1T), Juninho Capixaba (Grêmio – 6’ 2T), Gabriel (Sport – 7’ 2T), Thonny Anderson (Grêmio – 13’ 2T), Jair (Sport – 18’ 2T)

PÚBLICO: 13.842 torcedores.

Pratique Sport com a gente!