COMPARTILHAR

 

Por Anderson Batista (Vicência/PE) e Alessandro Matias (Recife/PE).

 

Ao que parece, a embrionária politica de marca própria nos uniformes não agradará a imensa torcida do Sport. Pelo menos é o que foi traduzido em uma enquete realizada no Twitter do repórter Alessandro Matias, recentemente. Foram computados 1.393 votos e o resultado foi de 84% para a rejeição. A enquete ficou no ar por uma semana.

A “marca própria” está sendo cogitada ao lado de grifes do esporte como Kappa, Umbro e a Diadora para vestir o novo uniforme do Leão. Em Pernambucano, Náutico e Santa Cruz investiram neste caminho.

Quem defende, acha interessante o clube investir neste aspecto pelo lado financeiro e pela liberdade de não ter nenhuma empresa paralelamente. Por outro, quem rejeita, diz que marca própria é coisa de clube sem expressão, que somente dará trabalho e que se fosse bom, grandes clubes do futebol brasileiro já teriam aderido.

Vale ressaltar que a marca própria não é o primeiro plano na estratégia rubro-negra.

Pratique Sport com a gente!