COMPARTILHAR

 

Por Mateus Schuler e Alessandro Matias – Recife/PE

 

Embalado por estar há três partidas sem perder e sofrer gols, o Sport vai a campo com apenas uma meta: ficar na cola do líder Bragantino. Na noite desta quarta-feira (23), o Leão enfrenta o Paraná, às 19h15, para tentar manter o bom momento na Série B e não se distanciar do topo da classificação, em confronto válido pela 31ª rodada.

A série invicta nos últimos jogos não apenas levou os rubro-negros à 2ª colocação, mas os deixou com margem boa para adversários fora da zona de acesso, pois possuem 53 pontos, seis à frente do América-MG. No último domingo (20), empataram sem gols com o Brasil-RS e perderam a chance de encostar na liderança.

Leão realiza único treino com uma dúvida

Sem tempo de preparação após empatar sem gols contra o Xavante, fora de casa, os leoninos realizaram apenas um treino para enfrentar o Paraná. Por conta disso, o técnico Guto Ferreira adotou uma postura já conhecida, que foi a de fechar o treino e deixar interrogações tanto na cabeça do adversário, como na da imprensa.

A única baixa para a partida, de certeza, é a do goleiro Maílson, que é desfalque até o final da temporada. Em contrapartida, contará com a volta do atacante Yan, recuperado de lesão muscular, mas que deverá ser opção no banco de reservas, assim como o volante João Igor, que foi ausência diante do Xavante por CK alto.

Mesmo sem confirmar quem serão os titulares, o comandante do Leão deu sinais de modificação no sistema ofensivo. Acionado no decorrer dos últimos dois compromissos, Hyuri é cotado para iniciar jogando e Marquinho ficar como suplente: Luan Polli; Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Willian Farias e Charles; Leandrinho; Hyuri, Hernane Brocador e Guilherme.

Tricolor com três novidades no time

Ainda sonhando com uma das vagas na elite, mas vindo inconstante, o Paraná tenta esquecer a derrota em casa para o Figueirense e visa surpreender o Leão. Para o confronto, entretanto, o técnico Matheus Costa não contará com os atacantes Bruno Rodrigues e Pimentinha, já que foram vetados, com Alesson e João Pedro disputando o espaço de Bruno.

O goleiro Thiago Rodrigues volta a ficar à disposição após dois jogos e está confirmado entre os 11, enquanto o meia Matheus Anjos volta a aparecer na lista de relacionados depois de três meses, devendo ser a arma para o decorrer. Caso não tenha nenhuma novidade, o Tricolor deve ir com: Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Leandro Almeida, Rodolfo e Guilherme Santos; Luiz Otávio, Fernando Neto e Jhemerson; João Pedro (Alesson), Judivan e Jenison.

De olho no apito

A arbitragem para o compromisso será formada por um trio capixaba. No comando do apito, Dyorgenes José Padovani de Andrade, que tem como auxiliares os conterrâneos Fabiano da Silva Ramires e Katiúscia Mayer Berger Mendonça, todos pertencentes ao quadro da CBF. Essa será a primeira partida do árbitro envolvendo as duas equipes nessa Segundona.

Pratique Sport com a gente!