COMPARTILHAR

 

Se inscreva no nosso Canal Eu Pratico Sport TV clicando aqui. 

Por Mateus Schuler e Alessandro Matias (Recife/PE)

A sequência positiva do Sport é reflexo na classificação, pois está com a volta à elite encaminhada. Na noite desta quinta-feira (31), o Leão visita o Guarani para ficar cada vez mais próximo da Série A de 2020, em partida a ser disputada no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, pela 32ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Na última quarta-feira (23), os rubro-negros deram importante passo nessa disputa, já que venceram o Paraná por 2 a 1 e se estabilizaram na vice-liderança com 56 pontos. O Bugre, por sua vez, vive fase bem mais complicada na tabela ao ocupar a 14ª colocação com 36 pontos ganhos, tendo o Z-4 assombrando.

Leão tem escalação repetida após 11 jogos

Diferentemente do que vinha ocorrendo nas últimas vezes, o técnico Guto Ferreira enfim volta a repetir a escalação no Leão. As ausências serão apenas do goleiro Maílson, que só retorna em 2020, e o volante João Igor, com previsão de liberação do departamento médico para as últimas duas partidas.

Durante a preparação para enfrentar o Bugre, a única dúvida gerada foi na zaga, pois Rafael Thyere havia sido substituído contra o Paraná por dores no tendão de Aquiles. O zagueiro, entretanto, se recuperou em tempo e é presença confirmada entre os 11, tal como Hyuri, que foi elogiado inclusive pelo treinador leonino e segue no setor ofensivo junto aos artilheiros Hernane Brocador e Guilherme.

Com isso, o Sport tem a base mantida para continuar na cola do líder Bragantino. Caso não tenha nenhuma nova baixa, o time leonino vai a campo com: Luan Polli; Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Willian Farias e Charles; Leandrinho; Hyuri, Hernane Brocador e Guilherme.

Bugre com duas dúvidas para definir time

Para se afastar ainda mais da zona de rebaixamento, o Guarani tem a escalação indefinida para enfrentar o Leão. O treinador Thiago Carpini tem duas dúvidas para confirmar os 11 iniciais, com previsão para só momentos antes da bola rolar, pois ambas são por problemas físicos e no sistema defensivo.

O zagueiro Luiz Gustavo e o volante Deivid estão com dores na coxa e até iniciaram a transição, contudo não são certeza, com Bruno Silva e Marcelo sendo os substitutos. Com isso, o provável Bugre é: Jefferson Paulino; Lenon, Bruno Silva (Luiz Gustavo), Diego Giaretta e Thallyson; Marcelo (Deivid), Ricardinho, Arthur Rezende e Lucas Crispim; Davó e Michel Douglas.

De olho no apito

A arbitragem do confronto, que envolve os finalistas do Brasileiro de 1987, será formada por um trio paraense do quadro da CBF. No apito, Andrey da Silva e Silva, com auxiliares os conterrâneos Hélcio Araújo Neves e Márcio Gleidson Correia Dias. Essa vai ser a quarta partida de Andrey na Segundona, a segunda do alviverde e a primeira do rubro-negro.

Pratique Sport com a gente!