COMPARTILHAR

(Foto: Anderson Stevens/Sport)

 

Guto Ferreira aposta na força do grupo nas finais do Campeonato Pernambucano

 

Wesley Silvali – Recife/PE

Vivendo bom momento desde que assumiu o Sport, o treinador Guto Ferreira, em coletiva, evitou entrar no cenário de comentar individualidades. Fazendo algumas analogias, o treinador priorizou enfatizar o elenco como um todo, e afirmou que para ser campeão, o Sport precisará do grupo, e não apenas de uma ou outra peça em específico.

As respostas dando valor ao elenco se fizeram, principalmente, quando o técnico foi questionado sobre o risco de perder o volante Ronaldo para a partida de volta. Com dois amarelos, o camisa 5 rubro-negro poderá ficar de fora se levar cartão no domingo. Na opinião de Guto, apesar da importância do jogador e do desejo que ele não fique suspenso, existem outras opções dentro do plantel com capacidade para manter o nível pretendido.

Podemos perder um guerreiro, mas a guerra se guerreia com quem está vivo. Cada jogo é uma história. Quem garante que eu terei a equipe toda que joga regularmente até domingo? O importante é o todo. As individualidades possuem importância, mas não tanto quanto o conjunto. É importante que o grupo tenha força para superar as batalhas que acontecerão pela frente”.

Mais uma vez falando como alguém inserido em uma guerra, Guto Ferreira também deixou claro: não quer que Ronaldo se dose em campo.

“Ele não pode se precaver em detrimento do melhor rendimento da equipe. Ele tem que fazer o melhor. Se estiver apto para a última guerra será excelente, vai para jogo também. O Ronaldo tem que fazer o melhor na primeira guerra sem se preocupar com a segunda”.

 

Pratique Sport com a gente!