[Homenagem] Relembre a passagem de Vadão pelo Sport

Treinador comandou o Leão durante três meses no ano de 2013

 

Lucas Araújo

 

Em meio a tempos de bastante dificuldades, distanciamento e crise, nesta segunda-feira (25) o futebol brasileiro recebeu uma triste notícia. O técnico Vadão, com passagens pela seleção feminina, por grandes clubes do cenário nacional e que treinou o Sport no início de 2013 faleceu aos 63 anos em decorrência de um câncer no fígado.

Vadão foi anunciado como treinador do Leão no final de 2012, suprindo a lacuna deixada por Sérgio Guedes, que cumpriria um acordo pré-estabelecido e retornaria ao XV de Piracicaba. Com a missão de resgatar o clube que vinha de um ano de péssimos resultados e um rebaixamento para a segunda divisão, o comandante esteve a frente da equipe em apenas doze jogos, conquistando cinco vitórias, empatando seis vezes e perdendo uma partida.

Dos triunfos sob comando de Oswaldo Alvarez destacam-se o 3×0 diante do Fortaleza e a virada contra o Náutico pelo placar de 2×1. No primeiro jogo em questão, o Rubro-negro construiu uma vitória com bastante autoridade e que ficou marcada pelo gol antológico de Marcos Aurélio, finalizando de primeira após assistência perfeita de Cicinho. Já no Clássico dos Clássicos, os três pontos vieram a boa atuação de Lucas Lima, que entrou durante o duelo e mudou a partida, fazendo a jogada do gol da vitória e iniciando uma trajetória bastante positiva com a camisa leonina.

Na Copa do Nordeste, o Sport foi eliminado nas quartas de final, porém sem perder nenhum jogo. Após liderar a fase de grupos, o Leão caiu diante do Campinense após empatar em 0x0 na Paraíba e 2×2 em Recife, deixando a competição devido ao critério de gols fora de casa. Com o revés, o técnico começou a balançar no cargo e após o empate dentro de casa em 1×1 com o Pesqueira, Vadão teve sua passagem encerrada na Ilha do Retiro.

Enviamos nossas condolências aos familiares e amigos de Oswaldo Fumeiro Alvarez.