[Indefinido] Ainda sem poder inscrever, Sport tem dúvidas para definir titulares

Zagueiro Adryelson é um dos remanescentes que deve iniciar entre os 11 (Foto: Anderson Stevens/Sport).

 

 

Por Mateus Schuler

 

A punição da Câmara Nacional de Resoluções e Disputas (CNRD) está custando caro ao Sport. Em plena semana de preparação para estreia no Campeonato Pernambucano, diante do Náutico, há um mistério na definição dos titulares rubro-negros, já que nenhum dos reforços e os jogadores que renovaram contrato ficarão disponíveis se a dívida – de R$ 650 mil – com o meia chileno Mark González não for paga.

Para o duelo do domingo (19), contra o Timbu, nem mesmo o técnico Guto Ferreira pode estar à disposição. Guto também tem novo vínculo e, com isso, ainda não se está confirmado quem comandaria o time e os 11 iniciais. Certo é que, da base que vem treinando normalmente, cinco peças de linha estão liberadas para atuar: zagueiros Adryelson e Chico, lateral Sander, volante Willian Farias e atacante Elton. Por sua vez, três dos reforços – Jean Patrick, Lucas Mugni e Marquinhos – dois renovados – Raul Prata e Yan – terão de ser substituídos.

,Mugni é uma das dúvidas no time titular para o Clássico dos Clássicos. (Foto: Anderson Stevens/Sport).

 

No gol, Maílson e Luan Polli disputam a vaga, pois há rodízio no setor, mas na lateral-direita o prata da casa Ewerthon é a única opção, uma vez que Prata não está inscrito. Na cabeça de área, Marcão e Ronaldo brigam para assumir o espaço ao lado de Willian Farias, enquanto que na armação o jovem Pablo Pardal é esperado, caso o esquema tático seja mantido; se mudar, os volantes atuam juntos.

As interrogações ficam também no ataque, com os atletas pelos lados também indefinidos. Se a tática for com três homens de contenção, a expectativa é de Pedro Maranhão ser acionado com Pardal na beirada do campo; se usar um na armação, Juninho é o escolhido para jogar na ponta: Maílson (Luan Polli); Ewerthon, Adryelson, Chico e Sander; Willian Farias, Marcão e Ronaldo; Pablo Pardal (Juninho), Elton e Pedro Maranhão.