[Na mira] Adversário do Leão, na estreia da Copa do Brasil, Brusque vem embalado

Equipe catarinense tem conquistado bons resultados no início de temporada. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque F.C.).

 

Lucas Araújo

 

Na noite desta quarta-feira (12), o Sport terá pela frente o seu maior desafio até aqui no ano de 2020. Fará sua estreia na Copa do Brasil diante do Brusque, no Estádio Augusto Bauer, em partida que vale uma premiação de 550 mil reais e antecede outras fases com valores ainda maiores para os classificados, prêmios cruciais no planejamento do Rubro-negro, que vive momento financeiramente delicado nos últimos anos.

Porém, para alcançar o objetivo, a primeira missão dos leoninos não tende a ser fácil. Invicto há quatro jogos, o Quadricolor ocupa a liderança do campeonato estadual e tem a mesma pontuação do líder. Apesar do empate em 1×1 dentro de casa no último desafio diante do Tubarão-SC, a equipe comandada por Jersinho Testoni venceu seguidamente três das principais potências de Santa Catarina: Joinville, Avaí e Chapecoense, sendo os dois últimos fora de casa.

Com investimentos mais altos nos últimos anos, o Brusque tem dado respostas positivas dentro dos gramados. O maior exemplo é o título brasileiro da Série D em 2019, além do atual bicampeonato da Copa Santa Catarina, torneio do qual é o maior campeão, além do próprio início expressivo de campeonato que tem feito no catarinense este ano.

Para conseguir surpreender o Leão e avançar para a segunda fase da Copa do Brasil depois de três anos, a mais provável escalação que Jersinho Testoni tende a mandar a campo na quarta-feira deverá ser composta por: Zé Carlos; João Carlos, Ianson, Cleiton e Airton; Zé Mateus, Rodolfo Potiguar e Marco Antônio; Alex Sandro,
Thiago Alagoano e Edu.