Oeste, adversário deste sábado, nunca venceu o Sport

(Foto: Willians Aguiar/Sport)

 

É a segunda temporada em que os rubro-negros ficam frente a frente, novamente, pela Série B

 

Por Lucas Araújo

Buscando afirmação no G4 da Série B, o Sport terá seu primeiro desafio no segundo turno da competição, neste sábado, diante do Oeste, na Arena Barueri. O adversário leonino faz uma péssima temporada, ocupa a vice-lanterna e vem de sete jogos sem vencer, o que dá ao Leão o favoritismo apesar de jogar fora de casa e ter o setor ofensivo praticamente todo desfalcado.

Será o quarto confronto entre Oeste e Sport na história, e até então o clube pernambucano não saiu derrotado em nenhum. O primeiro duelo entre os rubro-negros aconteceu no primeiro turno da Série B, em 2013, na Ilha do Retiro, e com dois gols no primeiro tempo, os leoninos conquistaram a vitória sem dificuldades.

No segundo turno, mais um triunfo recifense, porém, desta vez, conquistado em território paulista. No Estádio Municipal dos Amaros, em Itápolis, após um primeiro tempo de pouquíssima inspiração, a equipe comandada por Geninho acordou na etapa final e liderada por mais uma atuação inspirada de Marco Aurélio, craque do time na temporada em questão e autor de dois belos gols naquela tarde, venceu a partida. Marcelo Cordeiro fechou o placar.

A vez mais recente em que os caminhos dos clubes se cruzaram, no entanto, traz uma memória amarga para a torcida leonina. Na primeira rodada da Série B, em 2019, ainda na ‘‘ressaca do título’’ estadual de 2019, o Leão vencia pelo placar mínimo até o último lance do jogo, onde num descuido levou o empate até hoje lamentado pelos torcedores, sobretudo na hora de fazer as costumeiras contas para o acesso.

Não será o primeiro empate das duas equipes em São Paulo, mas será a primeira vez que se enfrentarão na Arena Barueri, que passou a ser a nova ‘‘casa’’ do Oeste desde 2017. Porém o Sport já esteve no palco de amanhã uma vez, diante de outro adversário, e as lembranças são positivas. O ano era 2011 e o time comandado por Mazola Júnior entrava para a 22ª rodada carregando a pressão de não conseguir ganhar fora de casa – só havia vencido uma até então -. Numa partida emocionante, o Rubro-negro levou a melhor sobre o Grêmio Barueri por 3×2, com direito a gol de letra de Bruno Mineiro para selar a vitória na reta final do duelo.