[Opinião] “O Flamengo ideal!”

Se o delírio arrogante de Arnaldo Barros previa que o Sport iria rivalizar com o Flamengo do Rio de Janeiro, terminou colocando o clube em uma situação devastadora tanto esportivamente quanto financeiramente. O adversário de hoje é o ideal para o processo de reconstrução do terreno devastado pelo tsunami Barros.

Após ser rebaixamento, ver o desmonte do elenco e vários jogadores entrarem na justiça contra o Leão, pelo não pagamento de salários, a diretoria conseguiu montar um novo grupo, que, no papel, é melhor que o do ano passado: para fazer o Leão rugir alto novamente.

O time de Arcoverde pode ser adversário ideal para o início de ano do Sport e com o time ainda em formação. Trata-se de um jogo de reaproximação do time da Praça da Bandeira com seu torcedor após um período de relacionamento mais distante e virtual. A vitória, talvez, nem seja o ponto mais importante, pois sem as arquibancadas pulsantes, o time nada é.

Falando nas arquibancadas… a Ilha, a casa do time, é a cara do descaso da última gestão. Estruturas velhas, instalações enferrujadas e outras quebradas. A “Bombonilha” parecia, na primeira semana do ano, um cenário de apocalipse zumbi, mas a reaproximação entre a massa e o clube vai fazer o estádio mais uma vez viver.

Hoje será dia de vestir o manto, de levar a família, de levar o apoio, de levar a fibra que é tão característica do Sport Club do Recife. Mas, neste sábado – será dia de, principalmente, ter paciência.

Hoje será um dia de sentimentos fortes, onde os laços vão se estreitar novamente. Não será a hora nem a vez de levantar as críticas (ainda), vamos lembrar que o time está saindo de uma enfermidade que durou dois anos. Logo mais, será um bom desafio para a total recuperação.

PELO SPORT TUDO!