COMPARTILHAR

(Foto: Sport Recife)

 

Zé Henrique – Recife/PE.

Oportunidade…

O Sport tem a oportunidade de fazer uma boa sequência de vitórias na Série B. Pega o Vitória que vem em crise, com poucas vitórias e dentro de uma incrível turbulência. Depois encara  o CRB, que é um dragão fora de casa, mas em Maceió não tem criado grandes problemas para os adversários. Na volta tem São Bento e Cuiabá na Ilha. É possível aguardar (sonhar) com uma sequência de cinco vitórias seguidas (contando com o último jogo)

Bipolaridade

O que mais preocupa é a bipolaridade do time. Vai muito bem contra quem está na frente da tabela, mas quando encara adversários onde se espera a vitória, o time se atrapalha e se acomoda. Se Guto não inventar nada mirabolante e o time se acomodar, pode ser a sequência para transformar o acesso em algo mais real.

Zaga

Um problema real para o jogo contra o Vitória é a zaga. Com Eder suspenso e Thyere se recuperando, a dupla de zaga pode ser inédita e com Adryelson em momento de instabilidade, Guto pode ter que quebrar a cabeça e montar um esquema de proteção do setor mais eficaz. Não se pode pensar em perder pontos na Bahia.

Ataque fulminante

Por outro lado, Guilherme e Hernane estão com os gols em dia e fazendo a alegria da torcida. Fizeram 23 dos 35 gols do time e hoje são o  terror que qualquer zaga na Série B. Se Guto precisa rachar a cuca na zaga, no ataque ele só precisa não atrapalhar no trabalho que vem dando certo.

Diego Souza

Deixem Diego Souza para quieto. Nostalgia é bom, mas a hora, para o Sport, é a de dar suporte a quem vem jogando bem e funcionando (no ataque) ao invés de pedir por alguém de fora, como se quem está no momento não estivesse dando certo. Deixem o embaixador nas praias cariocas, que é melhor.

PELO SPORT TUDO!

Pratique Sport com a gente!