COMPARTILHAR

banner

(Foto: Anderson Stevens/Sport)

 

Ontem aconteceu o jogo-treino, que pelo excesso de gols, ficamos na dúvida se valeu como jogo e/ou como treino entre a Cabense e o time de Guto Ferreira. Um jogo amistoso, de portões fechados para a torcida e sem a transmissão tradicional do nosso canal Eu Pratico Sport TV, no YouTube.

Apesar de discordarmos, tivemos que respeitar o direito de quem quer que tenha imposto as regras de apenas poucos minutos de live em uma tela em plano fechado para “esconder” as táticas do comandante rubro-negro. É bom lembrar que o clube disputa um campeonato pernambucano em sua primeira fase (onde dos 10 clubes em disputa, 8 se classificam) e apenas jogará o brasileiro até o final do ano corrente.

Contudo, fica a pergunta: não houve um certo exagero na tarde de ontem? O Sport passa por um calendário pequeno, com poucos jogos como dito acima e uma certa pressão barulhenta nas redes sociais sobre alguns assuntos. Neste panorama, supomos que nada seria melhor do que uma Ilha aberta e com o torcedor acompanhando os seus jogadores.

banner

(Foto: Anderson Stevens/Sport)

Testes com atletas seriam (e são normais) em qualquer momento, mesmo agora que o clube não disputa nenhuma decisão. Jogadas ensaiadas? Também! O certo é que alguns jogadores estão com o psicológico agitado por quererem provar que merecem estar no elenco até o final do ano. E essa é outra situação rotineira dentro do grupo do maior do Nordeste deste o início dos trabalhos em 2019. Entretanto, são profissionais experientes e devem ter rodagem neste quesito.

Com relação a movimentação, já que era para ser “aberto” apenas para a imprensa, que fosse realizada no moderno centro de treinamento do clube. Na Ilha, apesar de ser palco dos jogos do Leão, não existe privacidade: por motivos mais que óbvios.

Se a ideia era poupar alguns jogadores de uma possível pressão vinda das arquibancadas, pelos placares finais do “jogo-treino”, restou comprovada que a movimentação de ontem deixou um gosto de “quero mais” na torcida e que os atletas poderiam ter saído de campo mais fortalecidos aos holofotes da Nação Rubro-Negra.

Perdeu-se uma oportunidade.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCOMUNICADO  (Jogo-treino Sport x Cabense)
Alessandro Matias
Ex- atleta de futebol do Sport e do Náutico nos anos 80 e 90. Tenho formação em comunicação, direito e marketing e fui blogger no portal GloboEsporte.com. Atualmente repórter e comentarista esportivo na Rádio Vicência FM e no site Eu Pratico Sport.

Pratique Sport com a gente!