COMPARTILHAR

Anderson Batista, Twitter AB_blogueiro

Contra o Corinthians, assim como na maioria das partidas do Sport, haverá sempre o jogador que a torcida saíra na bronca pela sua atuação abaixo do esperado. Se o rubro-negro cobra de um determinado atleta, é por que sabe do seu potencial dentro do clube. No entanto, o caso da partida passada foi uma cobrança injusta e precipitada, por uma parte da torcida rubro-negra, pelo histórico de Everton Felipe no departamento médico.

(Foto: Williams Aguiar/Sport)

Após meses sem atividades, o meia Everton Felipe retornou aos gramados na semifinal do Pernambucano. Ainda com receio em divididas e em outras situações de jogo, percebeu-se uma desenvoltura precavida de Everton, que é normal para jogadores que sofrem lesões com essa gravidade. Por sinal, não será em um toque mágico que ele voltará a desenvolver aquele futebol de anos anteriores. Neste último jogo, ficou claro que o apoio da torcedor para os próximos passos do garoto será fundamental. Trata-se de um jovem de personalidade e com história dentro do Leão.

Falando do Brasileirão, inclusive, Everton mostrou essa virtude e foi decisivo em um jogo neste diante do Botafogo, na Ilha do Retiro. O meia abriu o marcador depois de belo chute de longa distância. É esse meia que a torcida espera em todos os confrontos do Sport na competição: um jogador que desequilibra a marcação adversária e demostra frieza, atitude e oportunismo em campo. Entretanto, para o acontecimento das suas qualidades, é preciso calma com o “juvenil” ou “ex-juvenil” como queiram.

Anderson Batista é radialista e colaborou com o site Eu Pratico Sport. 

Pratique Sport com a gente!