COMPARTILHAR

Por hora, para o equilíbrio das contas, o Sport não deve lançar-se ao mercado em busca de novos nomes. As oportunidades de mercado não estão surgindo facilmente e o risco que o Leão corre de terminar o Brasileirão com este mesmo plantel é iminente.

(Foto: Williams Aguiar/Sport)

As dificuldades de acertos não é algo exclusivo do rubro-negro, que remete às divisões inferiores do futebol do Brasil. Até o momento, a inter-temporada trouxe três perdas e uma aquisição.

A prioridade de contratação na lateral esquerda foi finalizada após o anúncio de Jean. No entanto, a diretoria ainda busca um volante de saída, um meia e mais um atacante. Para o duelo contra o Ceará, no próximo dia 18, as novidades não existirão e ficarão apenas a expectativa por um trabalho preciso dos diretores do Sport na busca por peças. Seguindo a linha de Guilherme Beltrão, Klauss Câmara e cia, não adianta contratar por contratar.

Salários x Contratações

Contudo, a falta de pagamento de salários em dia será a pedra no sapato da diretoria de futebol atual. É nesta linha, de honrar com os pagamentos, que a diretoria deve mesmo é dar um tempo para não perder o grupo que tem.  O pensamento é: “Se o time não tem dinheiro para pagar em dia os vencimentos dos atletas, como teria para contratar novos jogadores?”

Portanto, ninguém quer perder a confiança dos jogadores. O que está complicado (e com muito trabalho para buscar soluções) pode ficar insustentável sem a confiança do lado do elenco nos atuais diretores de futebol e o clube perder a força no atual Brasileirão.

Por outro lado, os adversários do time pernambucano na Série A estão indo atrás de atletas estrangeiros, jovens promissores ou nomes mais experientes por falta de opções. As equipes com mais condições financeiras não encontram dificuldades para as aquisições. Indo contra ao exposto, esses clubes travarão duelos contra o próprio bolso para a quitação dos vencimentos destes jogadores até o fim do ano.

É por essas e outras que muitas posições serão alteradas em relação a atual configuração da classificação do Campeonato Brasileiro. Líderes podem não permanecerem no posto, os integrantes do meio da tabela podem crescer, assim como as equipes da parte crítica da tabela. Espera-se sempre que, embora o número de contratações não tenha sido o satisfatório pelo lado do Sport, o desempenho do time de Claudinei Oliveira permaneça.

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Mas a pergunta que tira o sono de todo torcedor tem que ser feita, estamos em dia? Se nao, como anda a situação? Quantos meses? Folhas? Que direitos?

Pratique Sport com a gente!