Sem mentiras ou omissões: “1987- de fato, de direito e de cabeça”

Sem mentiras ou omissões, o livro “1987 – de fato, de direito e de cabeça” conta a história do título do Sport

 

Falar de um trabalho do meu amigo Cassio Zirpoli é fácil e ao mesmo tempo difícil. Encontrar mais palavras para elogiar os seus projetos é um problemão. Cassio, ao lado de André Gallindo, está lançando o livro mais esperado dos últimos 30 anos: “1987 – de fato, de direito e de cabeça” (Onze Cultural e Zinnerama).

Não que a verdade seja desconhecida, mas o livro vem para matar os poucos argumentos da doentia mídia do eixo que insiste, com a força dos seus microfones, câmeras e teclados, em uma mentira que somente faz prejudicar a história do futebol brasileiro. É tanto que a justiça do Brasil não deu ganho de causa para o time carioca em nenhum momento.

Falando do livro, que está na pré-venda (Compre o livro clicando aqui), são 178 páginas que visitam vários estados do Brasil para buscar momentos que tragam para a sociedade, sem desvios, a verdade sem camisa do Flamengo como segunda pele (ou primeira, não?). O projeto, também, entrevista pessoas ligadas direta ou indiretamente com o assunto: Márcio Braga, Eurico Miranda, Homero Lacerda, Kleber Leite, Patrícia Amorim, Juninho Pernambucano, Arnaldo Cezar Coelho, Carlos Miguel Aidar, Tite, Ricardo Rocha, Zico, Emerson Leão.

Descubra neste épico lançamento os fatos que foram escondidas durante 30 anos e que deveriam ter a responsabilidade de transmitir tudo que faria o torcedor brasileiro entender que de fato e de direito o Sport é o único campeão brasileiro de 1987 há 30 anos.

(Foto: divulgação)