COMPARTILHAR

Em noite melancólica, Sport venceu o Salgueiro por 3 x 0 e ficou com o terceiro lugar no Pernambucano 2018.

Na prática, o resultado não significou absolutamente nada, uma vez que já foi confirmado que, em 2019, o Leão não vai participar da Copa do Nordeste e a vaga para a Copa do Brasil já estava assegurada pela posição do time no ranking da CBF.

Primeiro Tempo

Foi necessário um esforço tremendo por parte do torcedor para conseguir manter-se acordado nos primeiros 45 minutos de partida. Os minutos iniciais mostraram que o Sport dominava as ações da partida, mas errava muito no chamado último passe. Por isso, as chances foram bem minguadas e a maioria das finalizações não foram na direção do gol.

Aos 18 minutos, a melhor chance do Sport na primeira etapa foi desperdiçada por Raul Prata. Após boa jogada de Pablo, o lateral chutou em cima de Mondragon. Aos 31, foi a vez de Gabriel receber boa bola na entrada da área do Salgueiro. Porém, a finalização saiu fraca e pra fora.

Perto do final do primeiro tempo, a torcida rubro-negra ficou mais alerta, mas isso não teve relação direta com a partida em si. Acontece que um timbu maroto subiu nas grades das arquibancadas e se juntou aos gritos de “time sem vergonha” que vinham das sociais.

Segundo Tempo

Após merecidas vaias, os times retornaram a campo sem alterações. O reinício foi até promissor. Logo aos 3 minutos, o Salgueiro teve uma boa oportunidade, mas o chute de Dadá foi pra fora. Logo em seguida, Everton Felipe também arriscou um chute, mas parou nas mãos do goleiro do Salgueiro.

Aos 8, finalmente o torcedor esforçado que acompanhava essa partida foi agraciado com um gol. Marlone recebeu lançamento na entrada da área e, de peito, colocou Pablo na cara do gol. O jovem atacante chutou por entre as pernas do goleiro e comemorou muito.

Parecia o fim da sofrência, mas o festival de jogadas horrorosas continuou. Aos 16, Everton Felipe mostrou que ainda não ganhou ritmo de jogo e perdeu um gol feito. Aos 24, após receber lançamento dentro da área do Salgueiro, o menino Pablo também maltratou a bola. O chute saiu mascado e facilitou a defesa do goleiro.

Aos 29 minutos, finalmente saiu o segundo gol do Leão. Após cobrança de escanteio, Anselmo desviou de leve e a bola sobrou livre para Léo Ortiz que mandou pras redes. A porteira salgueirense ficou aberta e aos 33 Pablo fez mais um. Aproveitando cruzamento do lateral Sander, o atacante finalizou de letra e marcou o terceiro gol do Sport.

De Olho no Futuro

Nelsinho aproveitou o restante da partida para dar oportunidade aos jovens jogadores da base. Eldder e Brendo entraram nos lugares de Everton Felipe e Marlone. Aliás, este último foi outra vez o melhor jogador do time, responsável pela armação das principais jogadas ofensivas.

O resultado foi positivo, mas o pessimismo ainda toma conta dos torcedores do Sport. A duas semanas da estreia no Brasileirão, o elenco ainda precisa de reforços pontuais. Até lá, sobram muitas críticas à atual gestão.

FICHA DO JOGO: SPORT 3 X 0 SALGUEIRO

Sport: Magrão, Raul Prata, Ronaldo Alves, Léo Ortiz, e Sander; Anselmo, Neto Moura (Fabrício), Marlone (Brendo), Gabriel e Everton Felipe (Eldder); Pablo. Técnico: Nelsinho Baptista.
Salgueiro: Mondragon, Escuro, Maurício, Luís Eduardo e Juninho (Izaldo); Peu, Jaíldo (Fabiano), Alexon (André) e Dadá Belmonte; Néverton e Willian. Técnico: Sérgio China.

Gols: Pablo 8’ e 33’ 2T e Léo Ortiz 29’ 2T
Público: 932 torcedores.

Pratique Sport com a gente!