COMPARTILHAR

Sport perde para o Central e fica de fora da final do Estadual

*Por Anderson Batista

As partidas como visitante não fizeram bem ao Leão. Em Caruaru, o Sport perdeu para o Central e está fora do Campeonato Pernambucano 2018. O resultado mínimo afasta o time rubro-negro dos gramados até o dia 15/04, quado estreia pelo Brasileirão contra o América/MG fora de casa. Até lá, o foco será reforçar uma equipe que carece de peças de qualidade para um torneio longo como a Série A.

O Jogo

No primeiro tempo, o Sport estava com dificuldades de chegar à frente. Sem um atacante mais incisivo à frente, sofria para levar perigo às metas do Central. Já a Patativa, por sua vez, explorava as jogadas de velocidade, principalmente com Leandro Costa caindo pelos lados. Sport rodou muito a bola, mas não conseguiu infiltrar na defesa do adversário. Esbarrou na boa atuação do sistema defensivo do time caruaruense e nas suas próprias limitações.

A primeira chance de perigo do Leão foi com Índio, na metade da etapa inicial. O Sport passou a criar mais chances de gol, entretanto faltava o capricho da finalização. Pelo lado centralino, a disposição tática foi um fator determinante. Um time bem postado que neutralizou os avanços da equipe leonina.

Segundo Tempo

Para o segundo tempo, Nelsinho Baptista colocou Everton Felipe, na vaga de Índio. O treinador arriscou um atleta que, mesmo sem plenas condições, poderia oferecer um pouco mais de qualidade ofensiva. Apesar dessa substituição, quem foi para frente foi o Central e, aos 14 minutos, após cruzamento na área, uma falha do sistema defensivo rubro-negro deu chance pro gol de Leandro Costa. Central abre o marcador.

O Sport fez as suas últimas modificações. Tirou Neto Moura, para a entrada de Fellipe Bastos, e Sander, para dar lugar a Capa. As mudanças não surtiram efeitos, o time foi afobado, buscando o ataque desorganizadamente. Coube ao mandante ter mais calma e administrar o placar mínimo adquirido ainda no início da etapa final. O Sport ainda teve o volante Fellipe Bastos expulso, após tomar dois cartões amarelos no duelo.

Fim de partida. Central, pela primeira vez, finalista do Campeonato Pernambucano.

Ficha da Partida – Central 1 x 0 Sport

Sport: Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Léo Ortiz e Sander (Capa); Anselmo, Neto Moura (Fellipe Bastos) e Gabriel; Thomás, Marlone e Índio (Everton Felipe). Técnico: Nelsinho Baptista.

Central: França; Dudu Gago, Vitão, Danilo Quipapá e Charles; Eduardo Erê, Douglas Carioca (Graxa), Fernando Pires e Júnior Lemos (Issa); Leandro Costa e Itacaré (Lucas Silva). Técnico: Mauro Fernandes.

Local: Luiz Lacerda (Caruaru)
Árbitro: Ricardo Marques (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Camilo (Fifa-MG) e Neusa Back (Fifa-SC)
Público: 8.530 torcedores

Gol: Leandro Costa, aos 14 minutos do 2º tempo;
Cartões amarelos: Anselmo (SPO); e Eduardo Erê, Douglas Carioca (CEN)
Cartão vermelho: Fellipe Bastos (SPO)

*Anderson Batista colaborou com o site Eu Pratico Sport.

1 COMENTÁRIO

  1. Foi algo que apenas se concretizou. A derrota contra o Central e a eliminação de todos os campeonatos disputados até agora, foi desenhada com a entrada de Arnaldo Barros na presidência. Um departamento de futebol que incluía o filho do atual presidente e outros componentes que não entendiam absolutamente nada de futebol, sendo que um destes, no caso remunerado, acumulava fracassos onde passou nos últimos anos. Poucos reforços e um grupo totalmente rachados com jogadores que não queriam ficar no clube demonstram o que o Sport é hoje, um amontoado de “jogadores” sem padrão de jogo, sem qualidade e um departamento médico que vem deixando a desejar a muito tempo. Acho que tempos mais negros virão com plena força. Nos resta torcer pelo contrário.

Pratique Sport com a gente!