Início Autores Posts por Eu Pratico Sport

Eu Pratico Sport

Eu Pratico Sport
1582 POSTS 38 COMENTÁRIOS

[Série B] Sport enfrenta Vila Nova para confirmar retorno à Série A

0

Lateral-direito Norberto volta a ficar à disposição após ser vetado com CK alto (Foto: Sport).

 

Por Mateus Schuler, Recife/PE

 

O único objetivo é somar os três pontos. Esse é o panorama do Sport na tarde deste domingo (17), na Ilha do Retiro, contra o Vila Nova em partida válida pela 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O Leão vai a campo para buscar o acesso antecipado à elite, tal como foi na última vez que se garantiu na Série A, em 2013.

Os rubro-negros estão dependendo apenas de si, já que derrotaram o Botafogo-SP fora de casa na última partida, se consolidando na vice-liderança e indo a 63 pontos na tabela. O Tigre, por outro lado, tem o momento totalmente conturbado, pois briga para não cair e é o vice-lanterna, com 34 pontos ganhos.

Leão com três novidades no time

No jogo que deverá confirmar a vaga na Série A, o Sport vai com três novidades em relação ao time que iniciou o jogo diante do Pantera no meio de semana. Depois de serem vetados com índice alto de CK, os laterais Norberto e Sander se recuperaram e retornam à titularidade, com Raul Prata e Guilherme Lazaroni, respectivamente, ficando como opção entre os suplentes.

Outro que também volta a ficar entre os 11 é o volante Charles, pois cumpriu suspensão pelo terceiro amarelo na última partida. O cabeça de área toma o espaço que foi ocupado por Yago, que ficará no banco de reservas, bem como João Igor, já tratado de uma lesão muscular e de volta no prazo esperado pelo departamento médico.

A única dúvida de Guto Ferreira segue na armação, já que Leandrinho e Pedro Carmona não conseguiram se recuperar das contusões. Com isso, Marquinho e Léo Artur, que foram utilizados no confronto frente ao Botafogo-SP, disputam a vaga: Luan Polli; Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Willian Farias e Charles; Marquinho (Léo Artur); Hyuri, Elton e Guilherme.

Com oito desfalques, Tigre busca milagre

Precisando vencer e dependendo de outros resultados para continuar vivo na disputa contra o rebaixamento, o Vila Nova tem oito baixas. O Tigre não contará com Wesley Matos, Gastón Filgueira e Ramon, que estão suspensos, bem como Patrick, Romário, Tinga, Alan Mineiro e Bruno Mezenga, lesionados.

A única novidade é o atacante Gustavo Henrique, que ficou de fora no jogo com o Oeste e será acionado entre os 11 diante do Leão. Mesmo com tantas dificuldades, Itamar Schülle deve definir o Colorado com: Rafael Santos; Felipe Rodrigues, Jussani, Elivelton e Jeferson; Joseph, Magno e Elias; Robinho, Gustavo Henrique e Capixaba.

De olho no apito

O trio de arbitragem do duelo será formada por baianos do quadro da CBF. No apito, Marielson Alves Silva, que tem Jucimar dos Santos Dias e José Carlos Oliveira dos Santos como auxiliares. Essa será a nona partida de Marielson na Segundona, a primeira envolvendo o Leão e a terceira do Tigre.

[Relembre] Últimos acessos do Sport cruzam caminho com cenário atual

0
Leão conquistou retorno à elite em 2011 em jogo dramático contra o mesmo Vila Nova (Foto: Divulgação/Sport).

Por Mateus Schuler

Neste domingo (17), o Sport vai enfrentar o Vila Nova em duelo para selar o retorno à elite, já que foi rebaixado no ano passado. O quadro atual de acesso traz boas recordações à torcida, pois os caminhos das últimas duas vezes que o clube se garantiu na Série A se cruzam com o momento.

Em 2011, o Leão viveu altos e baixos durante toda a Segundona, com a vaga no G-4 sendo consolidada apenas na rodada final. Na ocasião, o adversário era o mesmo de agora, porém com a partida sendo fora de casa. Ainda assim, os rubro-negros conseguiram superar todas as adversidades – inclusive uma chuva intensa – e saíram com a vitória, pois dependiam apenas de si.

Dois anos depois, entretanto, o ponto em comum com o atual cenário é a antecedência. Assim como ocorreu diante do Tigre, há oito anos, os leoninos tiveram que se confirmar entre os quatro melhores longe de seus domínios. Contra o Boa Esporte, levaram a melhor por 3 a 2 e chegaram ao topo da pirâmide nacional na 37ª rodada.

[Novidades] Guto Ferreira sinaliza retornos ao time titular em jogo que pode ser decisivo

0

Capitão rubro-negro retorna à equipe após ser vetado com CK alto (Foto: Anderson Stevens/Sport)

 

Mateus Schuller, Recife/PE

O Sport já tem a volta à elite praticamente confirmada, podendo ser até sem entrar em campo, a depender de outros resultados dessa rodada. O técnico Guto Ferreira, por outro lado, comemora a oportunidade de ter à disposição jogadores que foram ausências na vitória diante do Botafogo-SP, seja por lesão ou suspensão.

Em movimentação fechada à imprensa nesta sexta-feira (15), no CT José Médicis, o Leão contou com os retornos dos laterais Norberto e Sander, que foram vetados com alto índice de CK. Outro já certo é o volante Charles, pois cumpriu suspensão pelo terceiro amarelo e toma a vaga ocupada por Yago ao lado de Willian Farias.

A única indefinição é no setor de armação, já que Marquinho foi titular frente ao Pantera e não rendeu o esperado. Léo Artur, que entrou em seu lugar, também não teve boa atuação e deverá seguir como opção. Leandrinho continua como baixa por contusão grau um na panturrilha e Pedro Carmona ainda não está 100%.

Outro que aparece à disposição do comandante leonino é João Igor, já recuperado do problema na coxa no prazo previsto pelo departamento médico. Se não tiver nenhum novo desfalque, o time vai ser escalado com: Luan Polli; Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Willian Farias e Charles; Marquinho (Léo Artur); Hyuri, Elton e Guilherme.

De olho na Série A, Sport encontra estabilidade defensiva nas últimas rodadas

0

(Foto: Sport)

A defesa oscilou bastante durante o campeonato. Porém, não é vazada há três jogos e vem ajudando a permitir que o acesso antecipado venha neste domingo.

 

Lucas Araújo, Recife/PE.

O Sport recebe o Vila Nova na Ilha do Retiro às 16h deste domingo, dependendo apenas de suas próprias forças para confirmar matematicamente o acesso para a primeira divisão ou podendo até já entrar em campo com a vaga na elite garantida, caso América e Paraná não vençam seus jogos na sexta-feira. E o bom desempenho defensivo da equipe nas últimas partidas foi fundamental para ajudar a condicionar essa possibilidade aos leoninos. Nos últimos três jogos, nenhum gol sofrido. Nos últimos oito, apenas dois. Para a equipe, que chegou a ter a defesa mais vazada dentre os clubes da parte de cima da tabela, essa evolução foi fundamental na briga pela elite.

(Foto: Sport)

Apesar da campanha segura, o Leão enfrentou diversos percalços em sua caminhada na segundona, esbarrando na própria irregularidade em vários momentos. Excesso de empates, dificuldades para segurar alguns resultados, não conseguir emplacar nenhuma sequência de três
vitórias seguidas em 35 jogos foram alguns dos problemas, e os números da defesa também figuravam nessa lista. Mas o crescimento do setor na reta final foi crucial para deixar os pernambucanos a um passo de conquistar o objetivo. Para isso, foi necessário
o acerto da diretoria e do técnico Guto Ferreira em promover algumas mudanças necessárias, além da evolução individual de alguns atletas.

Volância

Enfim se encontrou com a nova dupla. A posição de primeiro volante foi ocupada inicialmente por Ronaldo e posteriormente por Marcão, mas os atletas não se conseguiram se firmar. A chegada de William Farias para a função foi crucial, acrescentando em consistência e tranquilidade na marcação, e aliada
ao crescimento de Charles, peça importante desde o começo do ano, mas que conseguiu mais regularidade com o novo companheiro, sendo os dois determinantes para uma boa proteção na cabeça de área.

(Foto: Sport)

Se no começo do campeonato o Sport sofria com arremates da entrada da área, a nova dupla ajudou a corrigir esse problema, com o último gol sofrido de fora da área tendo sido somente na 22ª rodada. João Igor, que havia recebido poucas oportunidades, mostrou-se um bom suplente e Yago mesmo sem conseguir se destacar, não comprometeu
nas vezes em que foi acionado.

No gol, destaque no primeiro turno e boa surpresa na reta final. Os chutes à longa distância inclusive contribuíram para tornar Mailson o goleiro com mais defesas difíceis no campeonato antes de se contundir. Bastante exigido, o prata da casa deu conta do recado durante a maior parte da Série B e fez um excelente primeiro
turno, mas teve um momento de oscilação entre a 22ª rodada, contra o Figueirense, e 26ª, contra o Vitória, acumulando falhas sobretudo nas saídas do gol. Quando reencontrou as boas atuações, no entanto, se machucou, enchendo a torcida de preocupação com a
entrada do até então desconhecido Luan Polli. O camisa 27 surpreendeu positivamente e fez partidas excelentes, passando muita segurança e sendo um dos pilares da evolução defensiva do time.

Após oscilação, a zaga se acerta novamente. No
miolo de zaga, Adryelson e Rafael Thyere, titulares desde fevereiro, também passaram por momentos de inconstância durante o campeonato, principalmente no começo do segundo turno. Eder, reserva imediato, chegou a ganhar a posição de Adryelson para o jogo contra o Operário na Ilha do Retiro. Porém a dupla titular conseguiu reencontrar a estabilidade e regularidade em suas atuações, e Thyere, outrora contestado, foi um dos principais jogadores nos três últimos jogos mesmo sem chamar tanto a atenção, protagonizando partidas seguras e sólidas. Nas laterais, Sander que sempre teve a característica defensiva como ponto forte, manteve a performance com muito foco e entrega, e Norberto mesmo sem ser unanimidade, não comprometeu.

[Interrogações] Sander, Norberto, Leandrinho e Carmona

0

Charles volta ao time após suspensão. (Foto: Anderson Stevens/Sport).

O técnico rubro-negro foi para a coletiva de imprensa ainda sem saber sobre os jogadores que estão no departamento médico: Sander, Norberto, Leandrinho e Carmona.

Por falar neles, os aterais Sander e Norberto devem reaparecer no time em virtude da recuperação muscular. Ambos foram poupados da partida contra o Botafogo/SP. Já Leandrinho e Carmona dificilmente voltarão no jogo do domingo: o primeiro sente dores na panturrilha e o segundo tem um tendinite no joelho.

Leandrinho ainda é dúvida para domingo. (Foto: Anderson Stevens/Sport). 

Volta

A única certeza dos jogadores que ficaram de fora do desafio de ontem é a volta de Charles, que ficou de fora por causa do terceiro cartão amarelo.

[Sport x Vila Nova] Entenda o cronograma de vendas e garanta o seu ingresso

0

Bem próximo de conseguir a classificação para a primeira divisão, o Sport receberá o Vila Nova, neste domingo, às 16h, com a casa cheira, pela 36ª rodada do Brasileirão Série B.

(Foto: Sport Recife)

Confira abaixo o *cronograma de vendas para a partida decisiva para os leoninos:

Venda online: Quinta-feira (14) até às 16h do dia da partida.

Quinta-feira (14):
Bilheterias sociais e do arco: das 10h às 18h

Sexta-feira (15):
Bilheterias sociais e do arco: das 9h às 17h

Sábado (16):
Bilheterias sociais e do arco: das 9h às 17h

Domingo (17):
Bilheterias sociais e do arco: das 9h às 17h15
Bilheteria do muro: das 9h às 17h15
Bilheteria visitante: das 12h às 17h15

VALORES DOS INGRESSOS
Sócios
Sociais – R$ 25
Arquibancada sede – R$ 20
Arquibancada frontal – R$25
Assento especial – R$ 50
Cadeiras de ampliação – R$ 50
Cadeiras Centrais – R$ 60

Não-sócios
Arquibancada sede – R$40 (inteira)/ R$20 (meia)
Arquibancada frontal – R$50 (inteira)/R$25 (meia)
Assento especial – R$100 (inteira)/R$50 (meia)
Cadeira ampliação –R$100 (inteira)/R$50 (meia)
Cadeira central – R$120 (inteira)/R$60 (meia)

Proprietários
Camarote – R$ 60
Cadeira central – R$ 60
Assento especial – R$ 50
Cadeira ampliação – R$ 50

Proprietário e sócio
Camarote – R$ 25
Cadeira central – R$ 25
Assento especial – R$ 25
Cadeira ampliação – R$ 25

Conselheiro (todos os portões) – R$ 30

Sócio Campeão 87
Cadeira central – R$ 25

Visitante – R$40 (inteira)/R$20 (meia)

*Via Sport Club do Recife.

 

[Série B] Sport visita Botafogo-SP para ficar com acesso encaminhado

0

Sem Hernane, Guilherme tenta se consolidar na artilharia diante do Pantera (Foto: Anderson Stevens/Sport).

 

Por Mateus Schuler, Recife/PE

Mesmo desfalcado de metade do time titular, o Sport tem o acesso à elite cada vez mais próximo. Na noite desta quarta-feira (13), o Leão vai até Ribeirão Preto para depender apenas de si no próximo duelo e enfim retornar à Série A. Às 21h30, enfrenta o Botafogo-SP no Santa Cruz, em jogo pela 35ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Os rubro-negros chegam embalados, apesar das ausências, depois da vitória – magra, mas importante – sobre o Criciúma na última partida por 1 a 0. O resultado positivo os manteve na vice-liderança e com 60 pontos, ficando a quatro do retorno. O Pantera, por sua vez, tropeçou em casa ao ser derrotado pelo líder Bragantino por 3 a 2, ficando na 10ª posição com 47 pontos, distante do G-4.

Leão vai a campo sem cinco titulares

Precisando vencer para ter o acesso praticamente consolidado, o Leão tem desfalques importantes. Dos titulares do último jogo, o treinador Guto Ferreira não vai poder contar com cinco deles, quatro por lesão e um por suspensão. O volante Charles foi o único – dos pendurados – que recebeu o terceiro amarelo e cede lugar para Yago junto a Willian Farias na cabeça de área.

Os dois laterais, Norberto e Sander, apresentaram um índice elevado de CK e foram vetados pelo departamento médico. Para as vagas, vão a campo Raul Prata e Guilherme Lazaroni, respectivamente; no meio, Leandrinho é ausência por dores na panturrilha, com Léo Artur sendo o mais cotado para ganhar o espaço, pois Pedro Carmona, o reserva imediato, também é baixa por incômodo no joelho.

O nome de maior importância entre os ausentes é o atacante Hernane Brocador, artilheiro da competição ao lado de Guilherme com 14 gols. O centroavante teve uma fratura no rosto e Elton será acionado, com os rubro-negros tendo a provável escalação com: Luan Polli; Raul Prata, Rafael Thyere, Adryelson e Guilherme Lazaroni; Willian Farias e Yago; Léo Artur; Hyuri, Elton e Guilherme.

Pantera com três mudanças forçadas

Para esquecer o resultado negativo e melhorar a campanha dentro de casa, o Botafogo vai a campo com três alterações no time que iniciou contra o Bragantino. Todas as ausências já são certas por suspensão, com o zagueiro Luiz Otávio e o atacante Murilo pelo terceiro amarelo, abrindo vaga para as respectivas entradas de Leandro Amaro e Bruno José.

Também está suspenso o centroavante Rafael Costa, que foi expulso no último compromisso. Se não tiver nenhuma nova ausência, o time botafoguense deve ser escalado com: Darley; Lucas Mendes, Leandro Amaro, Didi e Pará; Pablo e Marlon Freitas; Nadson; Bruno José (Murilo), Henan e Felipe Saraiva.

De olho no apito

A arbitragem do confronto será formada por um trio catarinense. No apito, Rafael Traci, que terá como auxiliares seus conterrâneos Helton Nunes e Johnny Barros de Oliveira. Essa é a segunda partida de Traci na Segundona, a primeira envolvendo um dos dois clubes também na temporada.

[Série B] Rivais do Sport se aproximam na rodada

0

Guto não vê a hora de comemorar a classificação leonina para a elite do futebol brasileiro. (Foto: Sport Recife).

 

Lucas Araújo, Recife/PE

A vitória sobre o Criciúma no último sábado e a combinação de resultados da 34ª rodada deram ao Sport a possibilidade de selar matematicamente o acesso para a primeira divisão nesta quarta-feira (13), porém o triunfo do América-MG sobre o Cuiabá nesta segunda-feira adiou as chances de subida antecipada. O Leão conseguiu abrir a vantagem de oito pontos à frente do 5º colocado, tendo apenas 12 em disputa pela frente.

Para que o retorno à elite seja sacramentado durante o meio de semana, os rubro-negros terão que dividir as atenções na rodada com os jogos dos concorrentes diretos. As partidas do Atlético Goianiense e Paraná de ontem foram de total interesse para as
pretensões leoninas se confirmar o acesso matematicamente com antecedência.

Oeste 0 x 4 Atlético-GO – Terça-feira, 19:15

O duelo de rubro-negros que aconteceu em Barueri foi de total interesse do rubro-negro pernambucano. Numa sequência bastante negativa, com apenas uma vitória nos últimos nove jogos, o Dragão tinha 6 pontos a menos que o Sport, distância que pode aumentar para 9. No caso, não deu para os locais e a derrota foi um grande problema. Posteriormente, só haverão nove pontos em disputa, onde os goianos precisariam vencer todas e contar com três derrotas dos pernambucanos para poder ultrapassar na tabela.

Brasil de Pelotas 0 x 2 Coritiba – Terça-feira, 19:15

Time mais próximo do Sport na tabela, o Coxa não tem chances de ver o Leão se distanciar de forma matematicamente irreversível nesta rodada. Porém, caso a equipe comandada por Guto Ferreira vença o Pantera fora de casa, atingindo a marca dos 63 pontos, e os mandantes conquistarem os 3 pontos em Pelotas, o Coritiba precisaria de 100% de aproveitamento, além de três derrotas leoninas em três jogos para que houvesse uma ultrapassagem na classificação. Um empate no Bento de Freitas também seria bom para as pretensões pernambucanas,
visto que a distância hoje de seis pontos, subiria para oito, com somente nove em disputa.

Paraná 2 x 1 São Bento – Terça-feira, 21:30

Frente ao lanterna da competição, o Paraná entrou em campo com total favoritismo, mesmo vindo de um tropeço diante de sua torcida. Porém, a torcida rubro-negra neste duelo poderia ter sido de uma zebra, que em caso de derrota ou empate dos tricolores contra a equipe de Sorocaba, e vitória do Sport em seu jogo, a vantagem que hoje é de 9 pontos seria ampliada para 12, e os leoninos não teriam mais como ser alcançados pelo time paranista. É válido lembrar que Paraná e Atlético Goianiense ainda se enfrentam, então em caso de vitória recifense diante do Botafogo-SP, bastaria um empate nos três jogos restantes para eliminar as chances de ser alcançado por pelo menos um desses dois concorrentes.

[Raul Prata] Lateral-direito retorna à titularidade no Sport após sete jogos

0

Prata será acionado pela ausência de Norberto por desgaste muscular (Foto: Sport Recife).

 

Por Mateus Schuler, Recife/PE

 

Na manhã desta terça-feira (12), antes do último treino para enfrentar o Botafogo-SP, o Sport recebeu a má notícia do quinto desfalque dentre os titulares da última partida. É o lateral-direito Norberto que, assim como o capitão Sander, foi vetado pelo departamento médico após apresentar índice elevado de CK.

Com isso, quem entra em seu lugar é Raul Prata, que volta a ficar entre os 11 depois de sete jogos. Prata teve a oportunidade de iniciar jogando contra o CRB, no Rei Pelé, no empate por 1 a 1 e desde então amargou o banco de reservas. Com o camisa 23 em campo na Segundona, o Leão não sabe o que é perder, sendo quatro vitórias e nove empates.

Na competição, o atleta só não foi relacionado na 28ª rodada, já que teve de cumprir suspensão pelo terceiro amarelo. Das 13 vezes que atuou, oito foram desde o início, enquanto as outras cinco começou como suplente. A opção mais esperada para entrar no setor era Bruno Peres, mas o jogador foi desligado pelo clube em comum acordo.

Últimas