COMPARTILHAR

(Foto: Sport Recife)

 

Lucas Araújo – Recife/PE

 

Após dois jogos fora de casa, e dois novos empates, o Sport volta para casa onde irá receber nesta sexta-feira (11) a equipe do São Bento. Em caso de vitória, o Leão atingirá a marca dos 49 pontos e pode acabar a rodada na vice-liderança. A 28ª rodada se inicia hoje e todos os seus jogos interessam de alguma forma ao Rubro-negro, que com cinco pontos de vantagem em relação ao primeiro time fora do G4 precisa continuar atento ao retrovisor visando uma consolidação mais rápida na zona de acesso.

Vila Nova x Atlético (Sexta-feira, 19:15)

No clássico goiano, a torcida leonina deve estar voltada para os donos da casa. Mesmo estando num momento totalmente oposto ao Dragão, que ocupa o segundo lugar, o Vila Nova, primeiro clube da zona de rebaixamento e dono de um retrospecto muito fraco como mandante, precisa tirar pontos do rival para possibilitar que os pernambucanos possam dormir na vice-liderança em caso de vitória frente ao São Bento.

Depois do clássico, o Atlético terá pela frente uma sequência difícil. Em tese, a mais difícil dentre os seis primeiros colocados. O rubro-negro de Goiás terá pela frente quatro duelos consecutivos contra candidatos por uma vaga na elite, sendo eles Ponte Preta em casa, Botafogo-SP em Ribeirão, o embalado América em casa e o ótimo mandante Operário, em Ponta Grossa. Um tropeço contra o Vila pode jogar o Dragão numa panela de pressão para essa dura sequência.

Brasil x Botafogo-SP (Sexta-feira, 19:15)

Na sétima colocação e apenas um ponto atrás do quarto colocado, o Botafogo está hoje seis pontos atrás do Sport. Apesar de ser uma vantagem considerável e a sequência dos paulistas ser repleta de confrontos diretos, o Pantera ainda é um concorrente para os leoninos, dada a quantidade de rodadas que ainda virá pela frente. Por isso, é interessante para as pretensões do Leão que os donos da casa vençam este jogo ou consigam ao menos um empate, segurando o Tricolor de Ribeirão Preto.

Guarani x CRB (Sexta-feira, 21:30)

Depois do empate no confronto direto no Rei Pelé na última segunda-feira, o time de Guto Ferreira manteve a distância de 7 pontos na frente do CRB. Tropeçando constantemente na irregularidade de conseguir bons resultados fora de casa e tropeçar em seus domínios, o Galo agora sairá de Maceió para encarar o Guarani, que mesmo tendo protagonizado uma boa arrancada e saído da lanterna para o meio de tabela, ainda está a apenas 3 pontos da zona de rebaixamento. Considerando que em caso de vitória do Sport na Ilha e vitória do Bugre em Campinas a vantagem perante os alvirrubros iria para 10 pontos, dada a irregularidade dos alagoanos, só um desastre permitiria que o CRB viesse a alcançar os rubro-negros na tabela., portanto o ideal seria um triunfo dos paulistas.

Oeste x Ponte (Sexta-feira, 21:30)

Mais um duelo onde a vitória dos donos da casa seria benéfica para o Sport. Mesmo sendo um time inconstante e que tropeça bastante, a Macaca vem de vitória e atingiu os 38 pontos, estando a apenas três do G4, inegavelmente viva na luta. Seria então importante que os mandantes segurassem a Ponte e os impedisse de chegar na marca dos 40 pontos.

Após jogar contra o Oeste, os alvinegros terão pela frente os dois primeiros colocados (Atlético-GO fora de casa e Bragantino em casa), e vacilar no jogo teoricamente mais fácil da sequência, que seria justamente o desta sexta-feira, aumentaria a pressão dos pontepretanos na briga pelo acesso, podendo afastá-los ainda mais da zona de classificação.

Cuiabá x Vitória (Sexta-feira, 21:30)

Dentre os clubes que brigam para subir, o Cuiabá é hoje o pior colocado, na 11ª posição. No entanto, é importante lembrar que os mato grossenses tem um jogo a menos, dentro de casa e contra um adversário direto. Por isso, é melhor ainda torcer pelo tropeço do Dourado frente ao Vitória, para minimizar qualquer risco de arrancada, por menos esperada que ela seja.

Bragantino x Paraná (Sábado, 16:30)

Secado pelos rubro-negros mais otimistas e que ainda sonham com o título da segundona, o Bragantino enfrenta em casa um dos candidatos mais vivos do Sport neste sábado. O Tricolor da Vila Capanema é o primeiro time fora do G4 e terá pela frente o jogo em tese mais difícil da competição, uma vitória iria alavancar a moral dos paranaenses que já vem de duas vitórias em confrontos diretos. É fundamental um triunfo da equipe de Bragança para impedir que os paranistas embalem, sobretudo porque nas duas rodadas seguintes terão dois jogos em casa contra times da parte de baixo da tabela.

Coritiba x Criciúma (Sábado, 16:30)

Após enfrentar um momento conturbadíssimo e sair do G4, o Coxa venceu duas de suas três últimas partidas e tem uma das tabelas teoricamente menos complicadas até o fim da competição. Seria, portanto, bom para o Leão da Ilha que o limitado time do Criciúma, que está na zona de rebaixamento, surpreendesse conseguindo ao menos pontuar no Couto Pereira neste sábado.

Londrina x Operário (Sábado, 16:30)

Talvez o jogo que menos interesse aos rubro-negros, mas ainda assim é válido torcer que o Operário tropece. Vindo de três derrotas seguidas, o Fantasma que chegou a beirar o grupo de acesso aparenta estar se afastando de vez da briga. E para que isso seja de fato consumado e o Sport tenha menos um adversário para se preocupar, é bom que o Londrina ajude a distanciar os alvinegros da parte de cima da tabela.

Figueirense x América (Sábado, 16:30)

Após um início negativo, o América agora surge talvez como a maior ameaça na briga pela subida de divisão. E nesta rodada, são francos favoritos diante do Figueirense, lanterna da competição e que vive sua pior crise na história. O interesse do Sport nesse confronto passa diretamente por uma surpresa positiva do Figueirense, segurando o embalado Coelho que já conseguiu entrar no G4 e está a cinco pontos do Leão, distância que pode subir para oito no final de semana.

Pratique Sport com a gente!