Sula: apenas um motivo para acreditar

Dando uma lida, bem de leve, nos jornais da Colômbia, o indivíduo já tem uma noção do que espera o Sport nesta noite. O time da casa está atravessando uma excelente fase em tudo que disputa: na Copa Colômbia, na Sula e no Colombiano.

(Foto: Jean Nunes / Eu Pratico Sport)

Para piorar o cenário, junte todo o parágrafo anterior aos jogos pífios que Sport fez, fora de casa, nas partidas da volta pela mesma copa. Junte, também, o discurso da diretoria, na última coletiva de imprensa, quando deixou claro que o adversário seria o campeão da Sula. É bronca. A torcida do Sport não tem motivos para acreditar em nada neste dia. São vários os argumentos contrários que a realidade aponta.

Vendo o Fla x Flu, na noite de ontem, deu para perceber o quanto esse elenco atual do Sport é nefasto para o clube. Flamengo e Fluminense fizeram um bom jogo sem sombra de dúvida. Porém, com toda a certeza, se esse elenco tivesse dado um pouco de sangue no Brasileirão, o time já estaria fora de risco de cair e a torcida teria o mínimo direito de ser chegar mais para frente nesta Copa Sul-Americana em outra realidade: seria um prêmio para toda a estrutura montada para esses jogadores.

Ao contrário de tudo, sobrou somente sonhar, muito distante, que um milagre aconteça nesta quinta-feira. Sonhar que o time faça um gol “para entrar no jogo”, e que os deuses do futebol trabalhem pelo lado rubro-negro. Pouco… Por falar em “pouco”, poucas vezes eu constatei um torcedor do Sport assistir um jogo do Leão desta forma: sem alegria e sem esperança.

Contudo, a pessoa pode juntar todos os argumentos acima citados para não acreditar. Só não pode juntar a fé, a garra e a vontade de vencer que existe dentro de cada torcedor rubro-negro. Onde existe Sport, existe esperança: e esse é o único e grande motivo para sonhar nesta quinta-feira.